Março: o mês da organização pessoal!

 

Organiza-teE assim entramos no terceiro desafio. Este mês vamos falar sobre organização pessoal.

Manter o equilíbrio entre as vertentes pessoal, familiar/social e profissional é algo bastante complexo e, muitas vezes, difícil de conseguir. As responsabilidades que assumimos a todos os níveis, os papéis que desempenhamos no nosso núcleo familiar, aquilo que é socialmente esperado de nós e as obrigações inerentes à nossa profissão exigem que tenhamos de nos repartir em muitos “pedaços”. Em algumas ocasiões conseguimos dar o melhor de nós em todos os campos, mas, na maior parte das vezes, há tarefas que ficam para trás, ou acabam menos bem feitas, para conseguirmos dar resposta a todas as solicitações.

Há um provérbio (eu e os provérbios…) que costumo usar quando tento fazer demasiadas coisas ao mesmo tempo e não me saio bem na empreitada: “quem muitos burros toca, algum deixa para trás”.

Este mês é mesmo sobre isto do queremos fazer tudo, conseguir tudo, chegar a todo o lado, ser tudo para todos, no fundo. E não o conseguir. Porque somos humanos e, consequentemente, limitados em tempo e finitos em recursos. E não há nada de errado nisso, é o que temos, definitivamente, de interiorizar.

Falaremos, então, sobre o impacto do fazer menos e do ter menos na nossa vida diária e no nosso bem-estar. Iremos igualmente refletir sobre hábitos e rotinas: como  se formam, como se transformam e como podemos usá-los a nosso favor. E, lá pelo meio, abordaremos outros temas, como a gestão da agenda pessoal, o projeto 333, e mais alguns temas surpresa.

Espero por ti. Até breve!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *