Roupeiros cápsula: vou mostrar-te como é o meu!

roupeiro-capsula

Já antes tinha falado sobre o conceito de roupeiro cápsula, a propósito do desafio sobre organização pessoal.

Sou, desde que simplifiquei a minha vida, uma fã acérrima de guarda-roupas simples, descomplicados, descontraídos e, claro está, destralhados.

Esta foi uma das primeiras áreas que “ataquei” quando fiz o primeiro grande destralhanço: foram sacos e sacos os que, na altura, dei, ou doei. Desde aí, tenho continuado a remover o excesso e tenho sempre muita atenção a esta área, para não deixar entrar dentro do meu armário roupa que sei que não vou usar.

O mantra, já sabes, é:

da-doa-vende-recicla

Nesta e em todas as áreas que decidas descomplicar!

Mas, hoje, o tema em discussão é o que faz parte do meu roupeiro para os meses de final Primavera, Verão e início de Outono.

Como imagino já que saibas, o conceito do Project 333 é usar 33 peças durante 3 meses.

A primeira vez que decidi experimentar estava absolutamente céptica: como é que é possível usar apenas 33 peças durante todo este tempo e não ficar farta dessa roupa?

Comecei por escrever tudo o que tencionava usar durante os meses que se iam seguir e fiquei surpreendida. Afinal, 33 peças eram mais do que suficientes!

Dei início a esta experiência em meados de Maio. Um Maio excepcionalmente quente, se bem me lembro. E recordo-me de, inclusivamente, planear a roupa que levaria de férias, em Junho seguinte, e, no meio deste processo de avaliação, cheguei à conclusão que a roupa que eu realmente gostava de usar era bem menos do que eu achava.

Estava ainda numa fase em que ainda não tinha conseguido perder todo o peso da primeira gravidez e, à medida que o tempo foi passando, e os quilos foram desaparecendo, fui substituindo algumas peças, essencialmente partes de baixo, por outras que tinha guardado para quando regressasse ao meu peso pré-gravidez.

E fui me mantendo sempre abaixo do limiar das 33 peças, sem esforço, sem cansaço, sem dramas!

Vestir tornou-se numa tarefa descomplicada: na noite anterior pensava no que queria usar e, na manhã seguinte, só tinha de tirar essas peças do armário e vestir-me no tempo record de 3 minutos.

Aquele velho drama feminino (ou será um mito?) “tanta roupa e nada para vestir” deixou de se aplicar a mim. Um alívio!

Bem, mas agora vamos ao que interessa. Como é o meu roupeiro cápsula atualmente?

E deverá manter-se assim até ao fim das temperaturas amenas, lá para meados de Outubro, princípios de Novembro, creio eu.

roupeiro-capsula-junho-a-setembro

1 – Partes de cima: 15 peças

  • Blusas de alças, em licra, que uso por baixo de peças mais transparentes: branca, beje e bordô (as pessoas ainda dizem bordô?)
  • Blusa semi-transparente com ramagens verdes e rosa – manga 3/4
  • Blusa semi-transparente com cornucópias – manga 3/4
  • Blusa semi-transparente com padrão pele de cobra – manga comprida
  • Blusa semi-transparente azul escura com padrões – manga cava
  • Blusa em tecido fino com pequenas flores (estava a lavar quando tirei a foto) – manga cava
  • Camisola branca em malha fina com decote trabalhado – manga comprida
  • Camisola branca em malha com riscas vermelhas e decote em barco – manga 3/4
  • Camisola em algodão de cor roxa – manga 3/4
  • Camisola em algodão de cor verde água – manga 3/4
  • T-shirt em algodão cor de rosa claro com riscas brancas e estampado
  • T-shirt em algodão azul turquesa com pequeno estampado
  • T-shirt em algodão rosa vivo com riscas brancas

Nota: há uma blusa às riscas rosa escuro que aparece na foto, no topo direito, que, depois de analisar estes itens, decidi remover, pois está em mau estado, com cotovelos marcados e borbotos visíveis.

2 – Partes de baixo: 6 peças

  • Saia em linho de cor azul clara
  • Calças de sarja de cor azul escura
  • Calças de vinco em tecido de cor azul escuro
  • Calças de ganga azul médio ligeiramente escovado e boot cut
  • Calças de ganga azul escuro ligeiramente escovado um pouco mais justas
  • Saia em ganga em vasé azul escura

(Demasiado azul? Talvez… Mas é tão versátil!)

3 – Vestidos: 2 peças

  • Vestido amarelo, em tecido leve e fino, com ramagens amarelas e azuis
  • Vestido branco, em tecido leve e fino, com ramagens amarelas e vermelhas

4- Calçado: 2 pares

  • Sandálias rasas castanhas e douradas
  • Sandálias Havaianas bejes (porque adoro Havaianas e, porque sendo sandálias, consigo conduzir com elas)

5- Acessórios: 2 peças

  • Mala de tiracolo em couro de cor camel
  • Cinto prateado e dourado com fivela prateada (não aparece nas fotos)

E é tudo: 27 peças!

roupeiro-capsula-27-peças

As temperaturas têm sido bastante amenas, e não costumo sair de casa muito cedo, nem andar na rua a horas mais tardias, mas, caso se justifique, posso juntar um casaco de malha de cor marfim a qualquer combinação que faça com as peças acima.

Vou voltar a este tema nos próximos artigos e estou a preparar uma surpresa sobre como criar roupeiros cápsula. Fica atenta!

Agora diz-me: já tens um roupeiro cápsula? Estás a pensar nisso? Quais as maiores vantagens que vês em ter um? Obrigada pela tua partilha!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *