Esta coisa que é a Maternidade…

“Tomar a decisão de ter um filho – é algo solene. É decidir deixar o coração andar para sempre fora do seu corpo.”

Elizabeth Stone

Quando, em 2010, fui mãe pela primeira vez, posso dizer que não estava minimamente preparada para o que aí vinha. Tinha 30 anos, mas não era crescida…

Houve um curso de preparação, com ensaios de banhos e treinos de respiração. O corpo, de forma natural, preparou-se. Mas a mente, essa, resistia.

Banho ao boneco

Não há nada, nada mesmo, que nos prepare para o momento que muda a nossa vida para sempre, para o bem e para o mal.

A primeira vez que pude ver com atenção as feições da minha filha, ela teria talvez cinco minutos de vida e eu estava a ser cosida após uma episiotomia. A epidural estava já a perder o efeito.

Aquele momento foi a metáfora perfeita de como é ser mãe: sentimo-nos permanentemente maravilhadas com a beleza daquele ser que temos à nossa frente, que gerámos e parimos, porém há sempre uma moinha, uma dor, por vezes, que é o medo que temos daquilo que o futuro pode trazer para aquele nosso pequeno tesouro.

Nada nos prepara para a maternidade. Lamento, mas nem a própria maternidade nos prepara para todos os desafios que se apresentarão nos nossos caminhos.

Cansa. Mói. Dói. Por vezes parece que a única coisa que podemos fazer é desistir. Mas depois tudo o resto faz valer a pena.

Dar o melhor de nós. Dar o pior de nós também, por vezes.

Querer tanto ser perfeito, querer tanto não falhar, que machuca. E machuca ainda mais perceber o quanto erramos, ou falhamos, ou, pelo menos, assim o parece.

Tudo passa. Eles crescem. Nós também. Crescem connosco e nós com eles. Criam-se filhos, criam-se pais, presentes e futuros. 

E todos os momentos maus ficam para trás. Os sorrisos tornam-se mais poderosos do que as lágrimas. A alegria de vê-los trilhar os seus caminhos, fazer as suas próprias descobertas, levar tombos, aprender lições, colher flores e tudo e tudo e tudo… Vale pena. Vale mesmo a pena.

Maternidade. Coisa linda!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *