As manhãs são difíceis? O segredo é preparar de véspera!

12380416_615553541928805_651345030_n

Créditos de imagem: Jorge Capinha

O dia chega ao fim. Um dia cheio de atividades e responsabilidades, tenha ele sido de trabalho ou de lazer. O dia termina e são horas de descansar, de retemperar forças, de ganhar coragem para enfrentar o dia de amanhã.

“Quando eu começava a habituar-me ao dia de ontem, lá apareceu o dia de hoje”, alguém disse. A sucessão dos dias pesa-nos, fatiga-nos, faz-nos sentir intensamente consumidos pelo passar do tempo.

Segunda. Sexta. Segunda. Sexta.  As semanas correm velozes. Os meses fogem por entre os nossos dedos. Os anos passam ligeiros. O tempo escapa-nos. “Não tenho tempo. Não tenho tempo!”

E quando é que o tempo parece ainda mais escasso? De manhã!

Levantar à pressa, tomar banho a correr, engolir o pequeno-almoço, vestir de forma atabalhoada, voar porta fora, acelerar a fundo. Buzinar para o carro à nossa frente, ou correr para o autocarro.

TUDO É FEITO COM MUITA PRESSA!

As manhãs tornam-se fonte de angústia, de descontentamento, de fúria, por vezes. “Quem é que me fez atrasar?” ou “Por que é que nunca consigo sair a horas?”, perguntamo-nos.

Posso dizer que quando o relógio me avisa que me estou a atrasar para sair de casa fico com um humor nada recomendável: falo mais alto, e de forma mais ríspida, com quem me rodeia, acelera-se-me o passo e o coração. Não tenho tempo para me ver ao espelho, mas de certeza que desta forma contribuo para que as minhas rugas de expressão se tornem mais pronunciadas…

As manhãs são complicadas, sobretudo quando há horários a cumprir. O despertador não toca, entornas o café, as chaves desaparecem misteriosamente, esqueces-te do telemóvel e tens de voltar atrás… Os imprevistos são incontáveis.

A solução que encontrei para facilitar um pouco o caos matinal foi aquilo a que chamo de “preparar de véspera“.

Depois de ter terminado as tarefas de um dia, ponho a roupa do dia seguinte a jeito, deixo a mesa do pequeno-almoço a postos, preparo os almoços e/ou os lanches.  E garanto que aquilo que será preciso levar no dia seguinte está junto à porta, pois se há coisa sem graça é ter de procurar objetos à ultima da hora.

E, desta forma, consigo que as manhãs corram um pouco melhor. Corram ligeiramente mais fluídas. E assim o coração acelera-se um pouco menos, tenho uma menor tendência para dizer coisas de que me posso vir a arrepender… E, bom, já agora poupo um pouquinho as minhas rugas…

E tu, que truques usas para fazer as manhãs fluírem? Conta-me tudo!

Share

2 thoughts on “As manhãs são difíceis? O segredo é preparar de véspera!

  1. Sinceramente preparar as coisas de véspera não funciona para mim. Prefiro acordar mais cedo. Isto porque de manhã estou com mais energia, melhor humor e dá para ver como vai estar o tempo (chuva, sol, frio, calor).

    Para mim é mais prático e faz mais sentido, mas cada pessoa tem o seu método, o importante é descobri-lo 🙂

    Beijinhos

    1. Olá Sofia.
      Efetivamente, cada um deve buscar os seus métodos de otimização e potenciação de tempo e primar por ser feliz dessa forma.
      Quando ainda não tinha crianças, também me dava gozo acordar cedo e aproveitar a inspiração da manhã. Com seres pequeninos a partilhar o espaço, algumas coisas mudam. Quando eles já forem um pouco mais crescidos e autónomos, tenciono voltar ao “método cotovia”, aka acordar cedo 😉
      Obrigada pela tua partilha 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *