Compras para o lar (com oferta de lista)

shopping-cart-1080840_1920

Seria impossível falar de organização doméstica e não dedicar um post às compras para o lar.

Qualquer pessoa que seja responsável pela gestão de um lar tem esta questão sempre no pensamento: se há, ou não, coisas para comprar, se a despensa está abastecida, se o frigorífico tem comida suficiente, qual o melhor talho, onde está o peixe mais fresco, que supermercado tem o papel higiénico mais barato… É muita preocupação para uma pessoa só, não é?

Houve uma época, não há tanto tempo assim, em que a febre das promoções estava ao rubro: toda a gente “caçava” promoções, prestando atenção aos folhetos das grandes superfícies e trocando cupões de desconto com um frenesim impressionante. Estávamos no apogeu da “crise” e ninguém se conseguia perdoar se perdesse um “bom negócio”.

Eu sei, passei por isso. Parecia que estava sempre a saltitar de supermercado em supermercado.

Depois entrei na minha fase mais simplista e destralhadora e afastei-me um pouco desse mundo. É bastante provável que tenha perdido negócios excelentes, mas eu já não conseguia dar conta de tanto desconto e promoção.

O que decidi fazer nessa ocasião foi montar um esquema de listas de compras por periodicidade de aquisição: semanal, mensal, bimestral e ocasional. E resultou. Como faço grande parte das minhas compras de mercearia online, esta era uma boa forma de manter o tema alinhado com as necessidades caseiras.

O que costuma acontecer é que faço as compras maiores uma vez por mês: leites, bebidas, carne, peixe, congelados, fraldas, etc.. E vou intercalando os restantes artigos que tenho de comprar de acordo com as falhas que vou detetando.

Os produtos frescos, como frutas, legumes e laticínios, são habitualmente comprados semanalmente. Tudo o resto tento adquirir em quantidade suficiente para durar cerca de um mês, para não ter de andar permanentemente às compras.

Como prometido, neste post tenho algo para partilhar contigo: uma lista de compras. Aqui encontras a versão imprimível, em formato .pdf. E aqui a versão editável, em Excel, para adaptares às tua necessidades. Se quiseres dicas sobre como criar listas de acordo com a periodicidade de aquisição, diz-me.

Como geres este tema? Deixa aqui os teus concelhos!

No próximo post, falarei sobre refeições/comida. Este é atualmente o meu maior desafio: gostava de conseguir ter o tema suficientemente organizado para diminuir o número de refeições tomadas fora de casa (é o “pecadilho” do meu orçamento…), só que ainda não consegui atingir esse auge de plenitude… A ver se é desta!

Share

2 thoughts on “Compras para o lar (com oferta de lista)

  1. Aqui, é das poucas coisas que não me identifico. Tudo o que são artigos de higiene e outros não alimentares compro mais ou menos assim. O que duz respeito a alimentos prefiro comprar diariamente pois opto por frescos. Verdade é que vivo no centro da cidade em que toda uma diversidade de lojas de alimentos frescos no trajecto casa-trabalho.

    1. Isso é excelente, Raquel. Também gostava de poder fazer dessa forma, mas, efetivamente, a correria do dia a dia e o facto de não ter lojas perto de casa não ajuda.
      Obrigada pela tua partilha 🙂 Beijinhos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *